Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PORTAL DO AUTOMÓVEL


Terça-feira, 06.12.11

Natal Kia, com preços de arrasar

Com reduções de preço desde o Picanto até ao Sorento, a frase promocional “A crise não é para a Kia chamada” define bem a aguerrida política de preços que a marca coreana está a levar a cabo em Portugal. O grande beneficiado é o Kia Cee’d de 5 portas, com motor diesel 1.6 de 90 cv, proposto pelo mesmo valor do novo Kia Rio, igualmente a gasóleo, mas com apenas 75 cv. Ou seja, ao cliente é oferecido um carro de segmento superior, com mais potência e espaço interior, pelo mesmo preço de um utilitário. Toda a gama beneficia desta oferta, inclusive a versão que mais vende: o Cee’d Sporty Wagon, cujo desconto comercial pode chegar até aos 3000 euros.

Compre um Cee’d e de 5 portas Diesel ao preço de um Rio TX Diesel é o mote da mais recente campanha que coloca ambos os modelos no mesmo patamar de custo: 17.800 euros, aos quais acrescem despesas administrativas e de transporte e ainda a taxa ambiental dos pneus.
A oferta vigorará até ao final do mês de Dezembro de 2011 e incide sobre os níveis de equipamento EX do Cee’d e TX do Rio, ambos com carroçaria de 5 portas.
Quanto às procuradas versões carrinha, o Cee’d SW TX, de 115 ou 128 CV, beneficia de um desconto no valor de 3.000 Euros, sem sacrifício no equipamento. (ver AQUI ensaio)
Mas não só. Também é possível beneficiar de descontos desde o Kia Picanto, Venga, ou Soul, até aos SUV Sportage ou Sorento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 23.08.11

APRESENTAÇÃO: Novo Kia Rio chega em Setembro. Versão Diesel 1.1 somente em finais de Outubro.


Aquela que é a quarta geração do carro de segmento médio-baixo da marca coreana está prestes a chegar ao mercado nacional. Ao contrário das versões anteriores, o novo modelo aposta em linhas mais personalizadas e atraentes, mas também numa relação preço-qualidade finalmente competitiva na sua categoria. Veja a seguir tudo sobre o novo utilitário, motores e  preços para Portugal.
Em termos de motores, as principais novidades são que, finalmente, este modelo disporá de versões verdadeiramente competitivas e adaptadas à realidade do mercado português. As informações reveladas no último Salão de Genebra, onde pela primeira vez foi vista a versão final do novo Kia Rio, já adiantavam algumas das motorizações utilizadas no Venga, nomeadamente o bloco 1.4 a gasóleo com 75 ou 90 cv e os motores a gasolina 1.4 de 109 cv.
Mas para Portugal, as grandes apostas seräo, numa primeira fase, um "gasolina" 1.25/85 cv (sem ISG, ou seja sistema "stop & go) e, depois, a variante diesel dotada do trí-cilindrico diesel 1.1 de 75 cv, presente no anterior Kia Picanto, e esta sim dotada de ISG.




Modelo Mundial


A nova carroçaria, mais baixa (menos 1,5 cm) e mais aerodinâmica, ajuda a garantir melhores níveis de consumo, diminuindo por conseguinte os níveis de emissão, ajudando assim a cumprir as actuais e as futuras normas europeias nessa área. A variante diesel 1.1 mais económica assegura a emissão de somente 94 g/km.
Fabricado na Coreia, mas concebido em conjunto com os centros de estilo americano e europeu, este novo Kia Rio é um carro global, destinado a ser vendido à escala mundial. Embora as anteriores versões tenham conhecido uma carreira discreta em Portugal, o modelo "Rio" já garantiu à marca vendas superiores a 850 mil unidades.


Carroçarias de 5 e 3 portas para Portugal


Mas a aposta europeia (ou ocidental) é clara, com versões direccionadas a mercados específicos. Quer em termos de equipamento, ao dotá-lo de extras pouco vulgares no segmento, como na configuração da carroçaria. Há, pela primeira vez, uma versão de "3 portas", que só chegará a Portugal nos primeiros meses de  2012, devendo custar menos 750 euros.










Quanto ao equipamento, existe uma clara insidência na segurança, uma área bastante importante nos mercados ocidentais. Como se percebe pelos quadros anteriores, desde o nível mais baixo de equipamento - LX - que dispõe de seis airbags. Mas existe igualmente uma aposta nas tecnologias, seguindo o Kia Rio a mesma linha dos restantes modelos da marca, ao oferecer ligações para entradas auxiliares de som ou através do bluetooth e ainda a possibilidade de instalar sistema de navegação e câmara de estacionamento traseira. No entanto, estas últimas possibilidades apenas deverão estar disponíveis por encomenda.
Consoante os mercados e os níveis de equipamento (LX, EX e TX em Portugal), estarão ainda disponíveis itens como o sistema de entrada "mãos-livres" (sem chave) aliado a botão para arranque do motor, controlo da velocidade de cruzeiro, ar-condicionado automático e até aquecimento dos bancos.


Design desportivo seduz mais


Apesar do estilo mais desportivo e de um interior que pretende mostrar-se mais sofisticado, manteve-se, ainda assim, a vontade de garantir o conforto e uma versatilidade mais familiares. Seja através da funcionalidade do interior, com os seus pequenos espaços (porta-luvas refrigerado), como na habitabilidade ou até mesmo na capacidade da bagageira, ligeiramente maior do que a do seu antecessor, com 288 litros de capacidade. Embora sem pneu suplente, substituído pelo kit-anti-furo.




Dimensões, preços, comercialização e objectivos


A nova geração é mais longa e mais larga do que a anterior, proporcionando ainda uma maior distância entre eixos (mais 7 cm).
A comercialização da versão a gasolina arranca já em Setembro, para Outubro está prevista a chegada das primeiras unidades a gasóleo. Como se percebe pelo quadro anterior, existe um diferencial de 3000 mil euros entre ambas. Algumas versões, quer de motor (nomeadamente as versões 1.4) ou de equipamento estarão, numa primeira fase, apenas disponíveis por encomenda.
Com este modelo a Kia conta duplicar as suas vendas e a quota de mercado no nosso País, dado que o segmento B é aquele que apresenta maior procura em Portugal.


Seguem-se excertos do Comunicado distribuído à imprensa por ocasião da sua apresentação à imprensa  mundial ocorrida em Portugal.




O novo modelo é mais comprido, mais largo e mais baixo e apresenta uma distância entre eixos com mais 70 mm – aumentando significativamente o espaço de carga e para os passageiros. Com uma altura total de 1.455 milímetros, o novo Rio é o mais baixo da gama europeia da marca, realçando a sua postura utilitária.
Comercializado pela primeira vez na Europa com versões de três e cinco portas, o novo Rio vai redefinir a sua posição num dos sectores mais competitivos do mercado.
As emissões CO2 da gama começam nos 85 g/km. Este impressionante valor coloca a nova versão do Rio EcoDynamics à frente de todos os restantes veículos do segmento B à venda na Europa. Para reduzir o consumo de combustível e obter valores de emissões únicos, os engenheiros da Kia levaram a cabo um programa extensivo para reduzir o peso de uma vasta gama de componentes. O resultado é um novo Rio de peso igual ao antecessor – apesar de ser significativamente maior e possuir equipamentos e características adicionais.


Estilo exterior e cores


Visto de frente, o Rio mostra uma nova interpretação da grelha da marca, que possui os faróis integrados para dar um toque especial à família Kia. O logótipo da Kia assenta agora por cima da grelha. Por baixo da grelha, o novo pára-choques e spoiler mostram o design arrojado da marca.
De perfil, a relação entre a quantidade de metal e vidro, em conjunto com a forma esguia e o tecto rebaixado proporcionam ao novo Rio um aspecto dinâmico e desportivo, semelhante ao do Picanto e ao do Venga. O recém-chegado exibe traços do Sportage através da traseira robusta e estável, do guarda-lamas elevado, do ângulo do vidro traseiro e da silhueta em forma de coupé.
Esta aparência arrojada e elegante é reforçada pela distinta linha que acrescenta tensão aos flancos e acentua o aspecto dinâmico do carro. O equilíbrio entre o design das janelas, a distância entre eixos e as proporções gerais atribuem ao modelo uma presença superior, que é rara neste segmento.
Para maximizar o impacto da aparência do novo Rio, a equipa de cores da Kia desenvolveu uma palete de 10 novas cores – White, Black, Bright Silver, Signal Red, Fresh Beige, Electronic Blue, Deep Blue, Wendy Brown, Graphite e Caramel Yellow – que ajudam a realçar o carácter elegante e cheio de estilo do Rio.


Estilo interior


Tal como nos restantes modelos lançados recentemente, manteve-se o painel de três instrumentos com as funcionalidades simples, que realça a sensação de espaço. A novidade do tablier é os interruptores da consola central integrados na unidade de aquecimento, que controlam algumas funções secundárias.
A sofisticação deste conceito interior reflecte-se nas três cores de acabamentos - Brown, Black ou Desert Grey.


Ambiente musical


Trata-se do primeiro Kia a possuir um inovador sistema ‘Virtual Sound’, desenvolvido por técnicos de som da Arkamys, e configurado especificamente para este modelo. O sistema supera as limitações acústicas do veículo causadas pelo posicionamento típico das colunas nos painéis inferiores das portas, proporcionando uma experiência de som envolvente e realista. Diferentes modos oferecem ou ‘Power Treble’ e ‘Power Bass’ os quais aumentam o prazer de ouvir música a todos os passageiros, aumentando o som e melhorando a clareza das vozes ou o modo ‘Virtual Surround’ o qual utiliza uma técnica inovadora para envolver os passageiros da frente numa onda de som.


Conforto e equipamento


Com o intuito de oferecer mais opções aos clientes, os modelos para o mercado europeu incluem: luzes LED diurnas, limpa pára-brisas com sensor de chuva e desembaciamento automático, bancos em pele, sistema start/stop, radio RDS com leitor de CD, compatível com MP3 e ligações IPOD e USB + AUX e ligação Bluetooth® mãos-livres (com sistema de reconhecimento de voz disponível a partir de Dezembro de 2011), cruise control, ar condicionado automático, bancos dianteiros e volante aquecidos. Em alguns mercados, o tablier poderá incluir uma pré-instalação para a ligação de um sistema de navegação portátil, ou com um sistema de navegação com ecrã de 18 cm e uma câmara de traseira.


Habitáculo e capacidades


O habitáculo é mais espaçoso do que o antecessor, aumentando o espaço para os ocupantes e a capacidade de carga. A base do pára-brisas é puxada à frente cerca de 156 mm e para cima cerca de 18 mm. A distância entre eixos é 70 mm mais longa e a carroçaria tem mais 25 mm de largura. O espaço para as pernas à frente aumenta 45 mm e o espaço para a cabeça, 8 mm.
A bagageira nas versões de três e cinco portas aumenta 100 mm para 288 litros – um aumento de 6,6 porcento em relação ao modelo anterior – com os bancos em posição normal e para mais de 920 litros com os bancos rebatidos. Os bancos traseiros são repartidos a 60/40 para uma maior versatilidade, o que ajuda a obter uma superfície quase plana quando os bancos estão totalmente rebatidos.
Os compartimentos de arrumação incluem um porta-luvas maior de 15 litros, uma consola central com mais três litros de capacidade e bolsas de arrumo para uma garrafa de 1,5 litros em cada porta dianteira e uma garrafa de 0,5 litros nas portas traseiras.


Motorizações


Na Europa, o novo Rio oferece quatro motores de três e quarto cilindros – com uma potência entre os 75 e 109 cavalos – e valores únicos de emissões de CO2 de 85 g/km. O consumo de combustível é de 3,2 litros aos 100 quilómetros para o novo modelo EcoDynamics diesel.
Em muitos países, a versão diesel é a preferida neste segmento e o Rio estará disponível em duas versões “U2” da Kia. A versão 1.4 litros turbo , que debita 90 cavalos, enquanto a versão de três cilindros 1.1 litros, também com turbo, debita 75 cavalos.
Os clientes que preferirem motores a gasolina poderão optar pelo motor 1.4 litros Gamma ou pelo motor 1.2 litros Kappa. A unidade Gamma sofreu alterações para reduzir atritos e possui duplo CVVT (abertura variável das válvulas) para uma melhor capacidade de resposta e um menor consumo de combustível. A debitar 109 cavalos, este motor equipa a versão mais rápida – aceleração dos 0 aos 100 quilómetros em 11,5 segundos e velocidade máxima de 183 quilómetros por hora.
A moderna família de motores ‘Kappa’ da Kia possui duplo CVVT, bloco em alumínio, veio de equilíbrio da cambota, corrente de distribuição livre de manutenção e molas das válvulas de baixo atrito. Estas tecnologias aumentam significativamente a eficiência e reduzem as emissões. O motor 1.2 litros debita 85 cavalos.


"Amigo do Ambiente". ISG garante emissões baixas


Equipado com ISG, as emissões do Rio variam entre os 94 a 119 g/km, permitindo aos modelos com emissões abaixo dos 100 g/km beneficiarem de isenções das taxas de emissões, nos países em que se aplicam essas medidas. Estes modelos apresentam consumos entre os 3,6 e 5,1 litros por 100 quilómetros, reduzindo as despesas do utilizador.
Para o novo Rio EcoDynamics com motor 1.1 litros diesel e equipado com ISG, foram implementadas várias medidas adicionais de redução de emissões, tais como uma grelha dianteira de baixo atrito, spoiler traseiro, pneus de baixo atrito e indicador de passagem de caixa para encorajar um estilo de condução mais económico. Para reduzir o peso, alguns equipamentos de série nos modelos de especificações superiores, tais como o sistema limpa pára-brisas traseiro e as colunas de som, foram eliminadas. Consequentemente, o peso do carro é reduzido em 36 kg para um total de 1080 kg e as emissões descem para 85 g/km, enquanto o consumo de combustível se fixa nos 3,2 litros por 100 km.


Transmissão e suspensão


Ambos os modelos diesel e a versão maior a gasolina terão uma transmissão manual de seis velocidades, ao passo que o motor de 1.2 litros terá uma caixa de 5 velocidades. Na versão de 1.4 litros a gasolina, haverá uma caixa automática de quatro velocidades disponível como opcional.
Desenvolvida a partir do modelo anterior, a nova suspensão e o chassis do Rio foram concebidos para manter a famosa capacidade de resposta da marca, ao mesmo tempo que foram feitas significativas melhorias na estabilidade, no conforto e no requinte.
A direcção assistida possui agora um sensor de binário/ângulo para proteger contra os ventos laterais e contra as rajadas. O número de voltas do volante é de 2.82 voltas e é ajustável em altura e profundidade.
Montada numa estrutura para isolar as irregularidades do piso, a suspensão frontal MacPherson mantém-se quase inalterada, apenas com algumas pequenas modificações para acomodar a maior distância entre eixos, os pneus mais largos e a melhor distribuição do peso.
O CTBA (eixo de torção acoplado) atrás é mais rígido, o que reduz a subviragem; a força da ligação entre os braços da suspensão e a barra estabilizadora é duplicada, melhorando a estabilidade. O curso dos amortecedores aumentou cerca de 10 mm e a geometria foi melhorada para reduzir a fricção.
Na Europa, o sistema de travagem com discos ventilados de 280 ou 256 mm à frente e discos sólidos de 262 mm atrás vêm de série em todos os modelos excepto no Rio EcoDynamics. O desempenho do sistema de travagem é apoiado pelo ABS, pelo sistema de distribuição de força e pelo sistema de assistência à travagem de emergência.
O pacote de série de pneus e jantes é composto por jantes de aço de 15 “ e pneus de 185/65 R15 de baixo atrito. Para satisfazer as preferências dos clientes, estão disponíveis opcionalmente jantes de 15, 16 e 17 “, com pneus de perfil mais baixo. O kit de pneus é de série, estando disponível opcionalmente o pneu suplente.


Segurança activa e passiva


Na Europa, o equipamento de protecção de série inclui seis airbags (frente, lateral e cortinas), ESC (Controlo Electrónico de Estabilidade), Vehicle Stability Management
(VSM), HAC (Assistência ao Arranque em Subida) para evitar que o veículo descaia quando se encontra em pisos inclinados, e cintos de segurança com três pontos para todos os ocupantes.
A segurança dos peões é um factor muito importante da segurança na estrada e o novo membro da Kia possui um capot deformável com dobradiças flexíveis para reduzir as forças de impacto ao nível da cabeça do peão. O facto de não possuir estruturas de suporte nos faróis permite uma maior deformação e fornece uns 70 mm adicionais de espaço de deformação por detrás da viga do amortecedor para diminuir os ferimentos nos membros inferiores dos peões em caso de impacto.
Os engenheiros da Kia estão confiantes que o novo Rio terá um resultado de cinco estrelas nos crash testes da EuroNCAP, tal como obtiveram o Cee’d, Venga, Soul, Sportage e Sorento.
O equipamento de segurança opcional inclui novos faróis de curva, um limitador de velocidade ajustável, sensores de estacionamento traseiros e limpa pára-brisas com sensor de chuva e desembaciamento automático.
Um novo sistema chamado ESS (Sinal de Travagem de Emergência) estará disponível para alertar os condutores atrás que o carro está a abrandar rapidamente. Os sensores detectam quando o condutor trava repentinamente, piscando automaticamente as luzes de travão três vezes. A condução nocturna é mais segura com os faróis de elevada projecção, os novos faróis de curva, as luzes LED diurnas e as luzes LED traseiras.


Equipamento de série


Kia Rio EcoDynamics (disponível como motor 1.1-litros diesel apenas com combinação ISG)


Exterior


• Jantes de 15 “ em aço com pneus 185/65 R15 de baixo atrito
• Grelha do radiador em preto com acabamentos cromados
• Pára-choques da cor da carroçaria (resistentes a impactos até 4 quilómetros por hora))
• Faróis com quatro lentes
• Contornos dos faróis em preto
• Fecho das portas e espelhos em preto
• Regulação manual dos faróis
• Vidro traseiro aquecido
• Antena de tejadilho
• Luz de stop elevada para melhor visualização
• Faróis de nevoeiro traseiros
• Spolier traseiro rebaixado


Conforto e conveniência


• Direcção eléctrica assistida MDPS
• Espelhos retrovisores eléctricos ajustáveis
• Conta-rotações
• Mostrador de temperatura exterior
• Computador de bordo e odómetro
• Fecho central sem chave
• Abertura remota da tampa do depósito de combustível
• Luz de cortesia no habitáculo
• Luz na bagageira
• Ganchos para bagagem
• Cobertura da bagageira
• Sistema de aquecimento e ventilação com ventoinha de quatro velocidades
• Entradas de aquecimento / ventilação atrás
• Tomada de 12 V
• Transmissão manual com indicador de mudança de caixa


Interior


• Volante de quatro raios em poliuretano macio
• Ajuste telescópico e em profundidade do volante
• Bancos em tecido de cor Black ou Desert Grey
• Bolsas de arrumação nas portas dianteiras e suporte para garrafas
• Bolsas de arrumação nas portas traseiras e suporte para garrafas (modelo de cinco portas)
• Palas de sol duplas com espelho
• Porta-luvas com iluminação
• Arrumação na consola central
• Dois suportes para copos à frente
• Relógio digital
• Bancos traseiros repartidos a 60/40
• Colunas de som nas portas dianteiras


Protecção e segurança


• Cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes
• Sinal sonoro de aviso do cinto de segurança (condutor)
• Encostos de cabeça ajustáveis em altura para os passageiros da frente
• Encostos de cabeça ajustáveis em altura para os passageiros de trás
• Airbags duplos, laterais e de cortina
• Fecho de segurança para crianças nas portas traseiras
• Preparações Isofix nos bancos traseiros
• Sistema ABS com EBD
• EPS sistema de estabilidade electrónica
• VSM vehicle stability management system
• HAC (assistência ao arranque em subida)
• ESS sinal de stop de emergência
• Imobilizador
• Alarme anti-roubo


Kia Rio (Gama de equipamento mais baixa)


Equipamento de série adicional no modelo EcoDynamics


• Sistema limpa pára-brisas traseiro
• Rádio RDS / leitor de CD compatível com MP3
• Comandos do rádio integrados no volante
• Colunas de som atrás
• Jantes em aço de 15” com tampão e pneus de baixo atrito 185/65 R15
• Grelha do radiador em preto com acabamentos cromados


Kia Rio (Gama de equipamento superior)


Equipamento de série adicional que o fabricante oferece


• Jantes de 15” com tampão e pneus de baixo atrito 185/65 R15
• Grelha em preto com acabamentos cromados
• Fechos das portas e espelhos da cor da carroçaria
• Vidros escuros
• Ar condicionado manual
• Bancos de tecido da cor Black, Desert Grey ou Brown
• Banco do condutor ajustável em altura
• Vidros eléctricos à frente


Equipamento Opcional


Consoante os mercados e as versões é possível alguns opcionais serem adaptados como equipamentos de série. Eis alguns exemplos:


• Chapeleira retráctil
• Cinzeiro portátil
• Banco do condutor regulável em altura
• Comandos do rádio integrados no volante
• Espelhos retrovisores eléctricos aquecidos
• Jante e pneus suplente
• Faróis de nevoeiro dianteiros
• Vidros escuros
• Painéis centrais das portas em pele
• Bancos dianteiros aquecidos
• Sistema Bluetooth mãos-livres
• Tomada de ligação para sistema de navegação portátil
• Porta-luvas com função de arrefecimento
• Conjunto de instrumentos Super vision
• Cruise control
• Sensores de marcha-atrás
• Limpa pára-brisas com sensor de chuva e desembaciamento
• Jantes de 17” em liga leve com pneus 205/45 R17
• Faróis de projecção com luzes de curva
• Luzes LED diurnas e luzes LED traseiras
• Vidro pára-brisas com protecção UV solar
• Vidros escuros
• Volante revestido em pele
• Alavanca de velocidades revestida em pele
• Pedais em alumínio
• Tablier com acabamentos ‘suaves’
• Acabamentos em cromado-mate na consola central, nos raios do volante, nos comandos do ar condicionado, no botão do travão de mão e nas saídas de ar
• Bancos em pele
• Sistema de navegação por satélite com ecrã de 18 cm e com câmara de traseira
• Ar condicionado automático com filtro ionizador
• Luzes de pisca nos espelhos exteriores
• Tecto de abrir eléctrico
• Cruise control com limitador de velocidade
• Sensores de marcha-atrás
• Botão start/stop
• Volante aquecido em pele
• Luz de boas vindas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Sexta-feira, 20.05.11

APRESENTAÇÃO: Novo Kia Picanto. Preços e características mais importantes.

As grandes novidades do Kia Picanto - que chega agora ao mercado português - são a disponibilidade de uma versão bi-fuel, equipada com um pequeno motor de 1,0 litro que tanto funciona a gasolina como a GPL, e a carroçaria de 3 portas. Contudo, ambos só estarão disponíveis para venda em Setembro, mês que assinalará também o início da comercialização de um novo Kia Rio, cuja apresentação internacional está reservada para Agosto, no nosso País.
O novo Kia Picanto tem preços, "chave na mão", a partir dos 10000 euros. É 6 centímetros maior do que o antecessor, mantendo, no entanto, as restantes dimensões. Esse facto permitiu aumentar ligeiramente a distância entre eixos, beneficiando sobretudo a habitabilidade dianteira e a capacidade da mala, que cresceu até aos 200 litros.


Além deste motor de 1 litro a funcionar a gasolina ou a GPL, o Kia Picanto terá também uma versão TX Sport dotada de uma motorização 1.25 a gasolina com 85 cv. Qualquer delas distingue-se por uma redução dos consumos e consequente decréscimo das emissões de CO2, além de passarem a beneficiar de 7 anos de garantia como os restantes modelos da marca coreana.
Deixa de ser comercializada a versão diesel de 1,1 litro presente na anterior geração.
Tabela de preços (clicar sobre a imagem para ampliar)
Seguem-se excertos do comunicado difundido pelo Departamento de Comunicação da marca:


Proposto pela primeira vez com carroçarias de 5 e 3 portas, o novo Picanto disponibilizará equipamentos de grande qualidade a um preço acessível. A primeira geração vendeu mais de 1,1 milhões de vendas em sete anos que se seguiram, 300 mil das quais na Europa.
Mais espaço, mais elegância, mais versões, um menor coeficiente de resistência aerodinâmica e uma nova sensação de estabilidade e de força, sublinhada pelas cavas das rodas musculosas, pela embaladeira ampla e rebaixada e pelas jantes de liga alargadas.
Na dianteira, o rosto do Picanto expressa o mesmo vigor assertivo e refinamento dos seus irmãos mais velhos, Venga e Sportage, tendo em comum com estes a mesma grelha de assinatura em nariz de tigre. Os “olhos” do tigre, formados pelas luzes de condução diurna de série (com LEDs opcionais nos modelos EX), sugerem um design de alto nível e a sofisticação da alta tecnologia. Aliadas a uma espectacular abertura na grelha inferior, as luzes criam um grafismo desportivo e diferenciador. A acentuada linha característica ao longo do flanco da carroçaria confere uma tensão dinâmica ao perfil do automóvel e integra os manípulos exteriores das portas de forma perfeita. Visto de trás, o novo design do Picanto enfatiza a modernidade elegante, com o seu vidro traseiro de grandes dimensões, emoldurado pelo grafismo único dos farolins traseiros e apoiado por um pára-choques sólido e resoluto.
Nos modelos EX estarão ainda disponíveis disponíveis, a título opcional, faróis do tipo projector e luzes de condução diurna, farolins traseiros combinados e luz de travagem em posição elevada. Tanto nos modelos LX como nos modelos EX, os clientes podem optar por jantes de liga leve de 14 ou 15 polegadas em vez das jantes de série em aço – conferindo uma sofisticação acrescida ao visual exterior do novo Picanto.
O modelo de 3 portas, com o tratamento único do pilar C, pára-choques e grelha, propõe uma temática exterior ainda mais emocionante, para seduzir um público mais vasto. A composição gráfica foi subtilmente configurada para reforçar o carácter desportivo do veículo.


Habitabilidade


Embora mais elegante, o novo Picanto com 3,6 metros de comprimento continuará a ser um automóvel extremamente prático. A nível exterior, o comprimento total aumentou 60 mm, e a distância entre eixos teve um acréscimo de 15 mm. Apesar do novo Picanto ser maior e ter mais equipamento, a adopção de uma maior quantidade de aço de alta tensão na carroçaria permitiram reduzir o peso relativamente ao seu antecessor.
Estes aumentos e a engenhosa configuração do habitáculo aumentaram o espaço disponível para os ocupantes (o espaço para as pernas à frente cresceu 36 mm), e para a carga, com um aumento de 27% da capacidade da mala, que se cifra agora em 200 litros.
A arquitectura interior apresenta a mesma funcionalidade elegante que o exterior, com os comandos principais dispostos numa configuração atraente e fácil de utilizar, que realça a largura e espaço do habitáculo. O volante de dois raios, com aro espesso, e o painel de instrumentos de três “tubos” com assinatura Kia, a atraente selecção de opções de equipamento interior e os dois tons do habitáculo – preto ébano e cinzento alpino, em material têxtil para o modelo LX e em malha para o modelo EX –, são complementados por três opções de estofos para os modelos EX.
O pacote Deluxe acrescenta estofos completamente revestidos a pele artificial, enquanto o pacote New Chic apresenta estofos revestidos a pele e tecido – ambos em preto ébano. O pacote de topo Premium Sports é composto por estofos revestidos a malha e pele artificial em preto ou cinzento, combinado de instrumentos Supervision e pedais desportivos em liga leve.
Com a oferta de oito pacotes de equipamento interior muito diferentes – cada um deles com detalhes decorativos condizentes e combináveis com uma cor exterior ideal –, torna-se possível um elevado nível de individualização; o interior pode ser elegante, desportivo ou luxuoso, dependendo das preferências do cliente.
Os elementos introduzidos no novo Picanto incluem vidro do pára-brisas com protecção UV, ar condicionado automático, retrovisores exteriores com rebatimento eléctrico, comando automático de luzes, gaveta para arrumações no banco do passageiro, caixa para arrumações sob o piso, porta-copos duplo extraível com iluminação, palas de sol com espelhos de cortesia iluminados e indicador de mudança de velocidade destinado a encorajar um estilo de condução económico.
Outros elementos disponíveis incluem o sistema de entrada com chave inteligente com botão de arranque/paragem do motor, tomadas AUX, iPod e USB para o rádio RDS e leitor de CD com compatibilidade MP3, sistema mãos-livres Bluetooth® com reconhecimento de voz, ‘encostos de cabeça activos, airbag para joelhos do condutor, bancos dianteiros aquecidos, volante aquecido, sensores de marcha-atrás para estacionamento, sistema de auxílio ao arranque nas subidas e “Start & Stop” do motor para uma maior economia de combustível.


Motorizações


Os novos Picanto estão equipados com um motor Kappa, altamente eficiente e que reduz as emissões de CO2 para apenas 90 g/km e os consumos para uns escassos 4,1 litros/100 km.
Estarão disponíveis três versões do Kappa: uma unidade de 1.248 cc/quatro cilindros com 85 cv e um binário de 121 Nm e dois motores de 3 cilindros de 998 cc, um a gasolina e outro que trabalha essencialmente a GPL.
O motor a gasolina produz 69 cv e 95 Nm de binário. A unidade GPL debita 82 cv e 94 Nm de binário. A fim de minimizar a ansiedade do condutor perante a possibilidade de ficar sem GPL, em alguns países europeus o modelo a GPL apresenta um depósito de 35 litros e um adicional, de 10 litros, para gasolina, que permite percorrer até 150 km depois de se acabar o GPL.
Os modelos normais da nova gama Picanto terão um nível de emissões de CO2 entre os 95 e os 105 g/km. O consumo situar-se-á entre os 4,2 e os 5,9 litros aos 100 km, contribuindo para custos de utilização mais baixos.
Quando dotados com a tecnologia economizadora de combustível Eco-Dynamics (ISG de arranque/paragem automático, comando avançado do alternador, motor de arranque aperfeiçoado e pneus de baixa resistência ao rolamento), as emissões são ainda mais reduzidas: para 90 a 100 g/km. Isso leva a que todos os modelos se qualifiquem para os incentivos fiscais baseados nas emissões, nos países onde estes existam, e melhorem os consumos para os 4,1 a 5,6 litros/100 km.
A transmissão de série para todos os motores do novo Picanto será uma caixa manual de 5 velocidades, podendo dispor-se em opção de uma caixa automática de 4 velocidades com o motor de 1,25 litros/85 cv. Equipado com transmissão automática, o novo Picanto regista um valor competitivo de consumo da ordem dos 5.3 l/100 km, e uma taxa de emissões de CO2 de 125 g/km.
O equipamento de segurança disponível incluirá um número de airbags que poderá ir até sete (com um novo airbag para os joelhos do condutor, a título opcional, nos modelos EXs), controlo electrónico de estabilidade, assistência ao arranque em subida e encostos de cabeça activos nos bancos dianteiros para protecção contra as lesões cervicais em caso de colisão traseira.
Para segurança adicional, o ESS (sinal de travagem de emergência) faz parte do equipamento de série na Europa. Os sensores detectam as travagens súbitas e acendem as luzes de travagem três vezes a fim de alertar os condutores que seguem atrás de que o carro está a diminuir rapidamente de velocidade.
A segurança dos peões foi também melhorada graças à montagem de uma nova barra transversal por baixo do pára-choques dianteiro, criando uma zona deformável à frente do pára-brisas e descentrando a chapa de testa do capot 50 mm em relação à linha central do automóvel.
Com tudo isto a Kia espera poder alcançar as 5 estrelas em futuros testes de colisão EuroNcap.

EM RESUMO:

Motores
1.25: 1248 cc, DOHC, quatro cil., duplo CVVT, 85 cv às 6000 rpm, 121 Nm às 4000 rpm.
Emissões a partir de 105 g/km (100 g/km quando equipado com ISG)
1.0 GPL: 998 cc, DOHC, três cil., duplo CVVT, 82 cv às 6400 rpm, 94 Nm às 3500 rpm. Emissões a partir de 95 g/km (90 g/km com ISG)
1.0: DOHC, três cil., duplo CVVT, 69 cv às 6200 rpm, 95 Nm às 3500 rpm. Emissões a partir de 99g/km (95 g/km com ISG)

Prestações, consumos e emissões (transmissão manual):
Velocidade máxima: de 153 a 171 km/h
Aceleração (0 a 100 km/h): de 11,4 a 14,4 segundos
Consumos médios sem ISG: de 4,2 l (1.0/69 cv) a 5,9 litros (de GPL)
Emissões sem ISG: de 95 a 125 g/km CO2

Suspensão, amortecedores e direcção:
Dianteira: Independente, MacPherson, molas helicoidais e amortecedores a gás. Barra estabilizadora.
Traseira: semi-independente de CTBA (eixo de torção acoplado) com molas helicoidais separadas e amortecedores de gás.
Direcção assistida eléctrica de pinhão e cremalheira com círculo mínimo de viragem de 9,8 metros.

Travões, j
antes e pneus:
Servo-freio aumento de diâmetro de 9 polegadas, discos dianteiros ventilados, traseiros com tambor (modelos sem ESC) ou discos maciços (opcão, modelos com ESC).
Pneus de série: 165/60 R14
Opcionais: jantes liga leve com 165/60 R14 ou 175/50 R15
Sobressalente: kit de mobilidade ou roda provisória T105/70 D14 (consoante mercados)

DIMENSÕES:
Exterior: 3595/1595/1480 mm
Distância entre eixos: 2385 mm
Distância ao solo: 142 mm
Mala (VDA) 200 litros (atrás dos bancos traseiros e até à linha dos vidros), 870 litros (atrás dos bancos dianteiros e até ao tejadilho)



(Elaborado com base no comunicado difundido pelo Departamento de Comunicação da Marca)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

"Portal do Automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"Portal do Automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos auto". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)