Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PORTAL DO AUTOMÓVEL




Terça-feira, 28.06.11

ENSAIO: Mazda3 1.6 MZ-CD (MY 2010)

É seguramente uma das propostas mais bonitas e mais equilibradas do mercado. O Mazda 3 recebe uma renovada versão diesel, actualizada de forma a corresponder às normas europeias do ambiente. Com valores de potência e binário mais elevados traz consigo outra exigência: maior moderação dos consumos, a par do desejo de proporcionar um maior prazer à condução do 3.
Deste familiar japonês, que lá mais para o final do ano tem anunciada uma nova geração, conhece-se bem o seu carácter dinâmico e o sucesso da linha exterior. Nomeadamente através de uma frente agressiva, agora ainda mais desportiva e aerodinâmica. Interiormente, sem aparentar grandes “floreados” ou rasgos estilísticos demasiado ousados, a gama 3 presenteia-nos com um tablier que é essencialmente prático e dotado de uma funcionalidade quase intuitiva. Consoante as versões existem pequenas variações para poder englobar o equipamento (agora ainda mais rico), e ainda aparentar um apelo desportivo que faça jus ao “slogan” “zoom-zoom” da marca. Algo que faz na conjugação de cores e na moldura prateada dos instrumentos. Mas sem exageros.
Do 3 destacaria antes uma posição de condução bem concebida e acessível que, embora sem desagradar (antes pelo contrário), também não parece capaz de despertar qualquer emoção em particular. É o caso típico de querer “agradar a gregos e a troianos”, com pequenos espaços em número suficiente, volumoso porta-luvas e caixa sob o apoio de braços entre os bancos. Atrás viaja-se desafogadamente nas partes laterais, no centro escasseia muito mais o apoio do assento e lugar para colocar os pés do ocupante do meio. A altura é mediana, sendo que os passageiros viajam numa posição mais elevada e com bastante visibilidade. A mala, com 340 litros (5 portas, na versão de 4 portas cresce para 430 litros), alberga roda de substituição de pequenas dimensões.


Comportamento excelente


Onde o 3 mais se evidencia é, de facto, em estrada. A estabilidade, a par de um comportamento em curva, aí sim, capaz de gerar algum entusiasmo, revelam uma afinação cuidada da suspensão e um equilíbrio geral do conjunto muito bem conseguido. A diferença de potencialidades desta alteração mecânica face à anterior mal se evidencia, embora o construtor reclame ganhos de velocidade e aceleração. Até mesmo os benefícios de consumo não aparentam, na prática, resultados significativos; em condução mais descontraída a média do ensaio situou-se na casa dos 6,8 litros, mais de 2 litros acima da referência indicada pelo construtor (4,4 l), mas quando se insiste numa atitude mais poupada pode alcançar-se um consumo combinado de apenas 5,8 litros.
Verdade é que grande parte do incremento do prazer da condução desta versão revista do Mazda 3, está na introdução de uma nova caixa de seis velocidades. A maior desmultiplicação das relações, a par do aumento do binário (+30 Nm, agora 270 Nm), disponível logo a partir das 1750 e até às 2700 rpm, contribui para que a sua condução seja mais elástica, sem tanta necessidade de recorrer à caixa para manter um andamento aceitável. O suficiente, pelo menos, para baixar as emissões poluentes para as exigências actuais.
Contudo, o mais importante desta nova versão poderá ser o menos evidente: dotado de filtro de partículas, este motor diesel 1.6 desenvolvido pelo grupo PSA em conjunto com o grupo Ford, utiliza agora um sistema que dispensa a necessidade da sua manutenção.


Dados mais importantes
Preços desde23 812 (Comfort)
Motor
1560 cc, 8 V, 115 cv às 6000rpm, 270 Nm das 1750 às 2700 rpm, common rail, turbo de geometria variável
Prestações
186 km/h, 11 seg. (0/100 km/h)
Consumos (médio/estrada/cidade)
4,4 / 3,9 / 5,3 litros
Emissões Poluentes (CO2)117 gr/km


Mazda 3 1.6 Diesel em resumo (texto elaborado pelo importador)


• Versão revista do bloco 1.6 MZ-CD diesel common-rail agora em conjunto com uma transmissão manual de 6 velocidades.
• Novo turbo de geometria variável e novo sistema de injecção
• 85 kW/115 cv (+ 6 cv face ao anterior motor de 1,6 litros) às 3.600 rpm (400 rpm abaixo).
• 270 Nm de binário máximo (+ 30 Nm), agora num leque de rotações alargado, das 1.750 às 2.700 rpm, para uma condução agradável, associada a baixos consumos.
• 2,2 % de redução nos consumos, de 4,4 litros aos 100 km (circuito combinado).
• 1,7 % de redução de emissões de CO2, de 117 g/km (circuito combinado), cumprindo com a norma Euro 5.
• Sistema de filtro de partículas diesel (DPF) sem necessidade de manutenção.


Exterior


• Design potente e emocional, uma expressão rica, posicionamento mais dinâmico.
• Nova imagem de família Mazda que integra a grelha da frente inferior de 5 pontas.
• Duas carroçarias distintas – 5 portas e berlina – e ainda uma versão desportiva superior.
• Excelente aerodinâmica com um coeficiente (Cd) de apenas 0.28 (berlina) e 0.30 (HB 5 portas), entre os melhores registos do segmento.


Interior


• Design interior desportivo e sofisticado que combina um ambiente espaçoso com um painel de instrumentos direccionado para o condutor para uma ligação directa com o automóvel.
• Recurso a superfícies em material granuloso na secção superior do painel, minimizando as zonas seccionadas, de modo a alcançar-se uma superior qualidade percebida.
• Ergonomia superior e Interface Homem-Máquina (HMI) com “zona de layout” para menor distracção da atenção à estrada.
• Painel integrado multi-informativo (MID) com sistema de navegação opcional.
• Controlo interactivo da iluminação e entrada iluminada.
• Sistema “surround Premium” Bose® com 10 altifalantes, com compensação de ruído Audiopilot2® e sistema “surround” Centerpoint®.
• Sistema mãos livres via Bluetooth® para telefones móveis e leitores de áudio portáteis.


Segurança


• ABS, EBD, assistência à travagem, sistema de controlo de tracção (TCS), DSC, airbags da frente, laterais e de cortina, de série em todas as versões.
• Faróis Bi-xénon, com Sistema de Faróis Direccionáveis (AFS).
• Sinal de Paragem de Emergência (ESS) que avisa os condutores precedentes, através da activação das luzes de emergência, de uma travagem súbita.
• Rear Vehicle Monitoring (RVM).
• Sistema de monitorização da pressão dos pneus
• Sensor de estacionamento traseiro.
• Avaliação de 5 estrelas no ‘crash-test’ da Euro NCAP, em Novembro de 2009.


(a disponibilidade de algum do equipamento referido depende da versão)

Outros modelos Mazda anteriormente ensaiados:

Mazda 2 1.3 Sport (86 cv)
Mazda 2 1.3 MZR (2011)
Mazda 2 1.3 MZR High Tech (2010)
Mazda 2 1.4 MZ-CD (68 cv)
Mazda 2 MZR 1.5 Sport Plus (103 cv)
Mazda 3 1.6MZ-CD e MZR-CD 2.2 Sport 
Mazda 3 MPS 2.3 DISI/260 cv
Mazda 5 2.0 MZR-CD 2.0 Dynamic
Mazda 6 2.0 MZR-CD
Mazda 6 2.2 MZR CD/185 cv 
Mazda 6 2.2 MZR CD (2010)
Mazda CX-7 2.2 MZR-CD (2010)
Mazda CX 7 2.3 Turbo Sport
Mazda MX-5 Roadster Coupé
Mazda MX-5 1.8 MZR 20.º Aniversário
Mazda RX-8
Mazda BT-50 2.5 MZR-CD

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

Procura carro novo, usado ou acessórios?



"Portal do Automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"Portal do Automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos auto". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)