Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PORTAL DO AUTOMÓVEL




Domingo, 15.04.12

ANÁLISE: Navegação por telemóvel ou quando "Smartphones" substituem tradicionais aparelhos GPS

Ao mesmo tempo que o preço dos telemóveis diminui, aumenta o tamanho dos respectivos ecrãs e há cada vez mais e melhores funcionalidades incluídas nos novos aparelhos. Muito mais do que um mero telemóvel, o smartphone é o canivete suíço do mundo da comunicação móvel. Pode até substituir, com vantagem, muitos dos tradicionais aparelhos de GPS. E o que até aqui era um obstáculo para muitos utilizadores portugueses – um completo e eficaz software de navegação gratuito – deixou de o ser quando a principal operadora nacional decidiu adaptar para si o sistema NDrive e criou o TMN Drive. Venha daí conhecê-lo e saber o que há de novo nesta área.
Aplicações para telemóvel (para quem não sabe, uma aplicação é um programa de software criado para este tipo de aparelhos) permitem até que os telemóveis sem funcionalidade GPS - ou com ele desligado - possam “navegar” em direcção ao destino pretendido ou partilhar a rota através das redes sociais.
O TMN Drive é um deles.
Claro que a qualidade depende, e muito, da capacidade gráfica do aparelho. Isso implica, logicamente, o tamanho do seu ecrã, a memória e a rapidez do seu processador. Quanto melhor forem estas características, assim aumenta também a competência das informações disponibilizadas.

Para todos os preços

Foi possível constatar isso mesmo a partir de dois terminais comercializados pela TMN: o primeiro, o “best-seller” Sapo A5 (ver AQUI mais sobre este telemóvel), que custa 90 euros; o outro, no extremo oposto da escala de preços (590 euros), dotado de um ecrã maior (4,3 polegadas), com processador e sistema operativo mais recentes e a designação de um prestigiado nome da moda: o LG Prada.
Sem querer comparar a qualidade dos dois aparelhos – não faria sentido face à disparidade de preços e características (ver no final os dados principais de ambos) -, a intenção foi perceber até que ponto o software gratuito de sistemas de navegação disponíveis para Android é eficazes na sua função - indicar ao condutor o melhor caminho para o seu destino -, independentemente da capacidade (e do preço...) do aparelho.

“Navegar” sem GPS

O mais conhecido é “Google Maps Navigation”, cuja versão “portátil” tem semelhanças com a visualização oferecida a partir de um vulgar computador. Adaptada ao tamanho do visor de um telemóvel, tem como principal motivo de interesse a função "street view". Ou seja, imagens do terreno (ruas, curvas, edifícios) que vão alterando à medida que nos dirigimos para o destino. Desde que, evidentemente, estejamos numa zona previamente referenciada por este sistema.
O interesse desta aplicação é permitir navegar mesmo em telemóveis sem GPS ou com este desligado para diminuir o consumo da bateria. Isso consegue-se recorrendo à triangulação das antenas das operadoras. A partir da distância a que o terminal se encontra destas, o sistema localiza-o no mapa previamente gravado. Não é tão exacto e para que todas as funcionalidades estejam permanentemente disponíveis é realmente conveniente a combinação do GPS e de uma ligação de dados.
A maior dificuldade de sistemas que recorrem à triangulação do sinal das antenas é a pouca fiabilidade da informação. O grau de precisão pode chegar a ser de 2 km, há o risco de interferência dos “hotspots” wi-fi e torna-se impossível obter qualquer informação credível em áreas de fraca cobertura de rede.
Um caminho interessante e que a crescente disponibilidade da rede 4G - e dos seus naturais melhoramentos - permitirá melhorar gradualmente a fiabilidade.

É português e não custa nada...

Recentemente surgiu uma nova e útil aplicação 100 por cento portuguesa: o TMN Drive. Baseada no excelente software desenvolvido pela empresa NDrive é gratuita e pode ser descarregada para a maioria dos telemóveis Android (incluindo tablets), mas também iPhone, iPad e iPod touch.
Após o download do sistema e do mapa de Portugal (o único gratuito, mapas adicionais têm preços a partir dos 14,99 euros), que tanto pode ser feito através do Google Play ou a partir do site oficial da operadora, o cliente tem a possibilidade de comprar “vozes” adicionais e pacotes de serviços de trânsito.
Dado o elevado volume de tráfego (cerca de 500 Mb), recomenda-se que o download seja feito através de Wi-Fi, não só por ser mais rápido como, dependendo do pacote de dados contratado, mais barato.
Para “navegar” não é necessário dispor de ligação à internet, uma vez que os mapas são gravados previamente no telemóvel (no cartão SD, tal como o NDrive, por uma questão de espaço).
Primeiras constatações: volta e meia surgem pequenos anúncios, é mais rápido a iniciar do que o sistema NDrive e, ao que parece um mal do sistema Android, a busca dos satélites demora algum tempo. Há que ter alguma paciência, mais ainda se o tempo estiver nublado.

Funcionalidades

A exemplo do que acontece com a maioria dos sistemas de navegação, este alerta também para a proximidade de radares fixos e inclui a pesquisa rápida de um número infindável de pontos de interesse (PDI), quer sejam serviços de urgência ou ligados ao lazer.
É possível fazer uma busca de locais através do Google e de algumas redes sociais, a pesquisa pelo código postal e, naturalmente, pela introdução das coordenadas.
A funcionar num telemóvel com tráfego de dados, fornece ainda informação histórica, geográfica ou de interesse sobre alguns PDI e a previsão do estado do tempo.
Em permanente desenvolvimento, estão prometidas novas funcionalidades, úteis quer para quem conduz de carro, circula a pé ou utiliza um transporte público.
Convém igualmente alertar, para quem teme que isso possa acontecer, todas as funções primárias do telefone (chamadas de voz, mensagens ou qualquer outra troca de dados) mantém-se activa durante o funcionamento do GPS e do TMN Drive. Após uma chamada, por exemplo, o sistema de navegação é retomado.
O TMN Drive não dispõe de uma funcionalidade estreada pela Samsung, a qual, a partir de uma foto tirada a um local ou a um edifício, identifica o correspondente PDI com o auxílio do Google. Certamente que a excelente câmara de 8 Mpx do LG Prata seria uma excelente mais-valia para essas situações, mas convém explicar que a função de identificação do PDI se serve também das correspondentes coordenadas geográficas englobadas no ficheiro da imagem.

Funcionamento intuitivo

A utilização é bastante intuitiva, mas a visualização irá depender, naturalmente, da qualidade do aparelho.
A rapidez das funções depende da rapidez do processador do telemóvel e há também que ter em conta a sua capacidade de memória. Ainda que o “mais pesado” - os mapas – estejam gravados no cartão de memória, a parte principal do programa fica alojada no aparelho (não encontrei forma de a transferir para o SD Card) e irá gerar memória “cache” que tem de ser constantemente limpa para ganhar espaço. Este é um dos problemas mais aborrecidos e no qual o Sapo A5 tem claramente pior desempenho do que o LG Prada.
Outro aspecto diz respeito ao tamanho e à qualidade gráfica do ecrã do telemóvel. A visualização do sistema pode ser feita em 2D ou 3 D, tanto na vertical como na horizontal.
Para quem conduz, um pormenor importante é a faculdade de acompanhamento das instruções de navegação por voz. Para telemóveis com um sistema de “alta voz” pouco audível, a alternativa, para quem disponha de auto-rádio com sistema “Bluetooth”, é emparelhar o smartphone com a função multimédia ligada. Em certos casos, as instruções passam a ser escutadas a partir do sistema sonoro do automóvel.

Funções “escondidas”: atenção malta do BTT!

A maioria dos utilizadores irá quedar-se pelas funções principais de navegação. Contudo, através do comando “O Meu TMN Drive”, é possível aceder a um conjunto de novas funcionalidades.
Algumas bem interessantes e também presentes na aplicação NDrive.
Assim, além de ser possível configurar diversas características de visualização e disposição dos mapas (cor, zoom, etc), som, alertas de radar e de limites de velocidade (ou a sua programação) através do atalho “Opções”, o utilizador pode ainda importar ou exportar alertas, favoritos e itinerários.
Refira-se, a este último propósito, que a aplicação TMN Drive permite partilhar a localização e/ou os itinerários através do Foursquare e do Facebook.
Contudo, a razão principal desta chamada de atenção tem a ver com um curioso e engraçado “complemento” que fará as delícias de condutores que procurem mais do que a mera navegação por mapa. Refiro-me a uma função acessível a partir de “o Meu TMN Drive”/ Sobre / GPS” e que resulta no conjunto de informações que podem ver-se na imagem junta: bússola, coordenadas GPS, velocidade e altitude.
Agora coloquem o telemóvel num suporte próprio da bicicleta e façam-se ao caminho com o GPS ligado. Por este preço, funcionalidade mais completa e eficaz é difícil. Só mesmo se também tivesse um conta-calorias! Ou melhor: um desconta-calorias por cada pedalada que for dada…


Sapo A5
LG Prada
Sistema Operativo
Android 2.2
Android 2.3
Processador
600MHz
Dual Core de 1GHz
Memória
Interna 160 Mb!
Interna 8GB
Ecrã
3,5'' TFT
4.3'' TFT
Fotografia
5 Mpx
8 Mpx FULL HD/ frontal 1,3 mpx
PREÇO
88,90 Euros (*)
589,90 Euros (*)

(*) Preços na loja online. Outros valores quando adquiridos ao abrigo de planos de preços


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

Procura carro novo, usado ou acessórios?



"Portal do Automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"Portal do Automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos auto". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)