Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PORTAL DO AUTOMÓVEL




Sexta-feira, 06.07.07

Suzuki SX4 1.6 DDiS

Mais poupado!






FAZ UM ANO que o SX 4 está presente no nosso mercado e, se a sua implantação não foi fácil por dispor apenas de uma motorização a gasolina, a chegada de uma económica versão a gasóleo pode representar um importante incentivo dentro deste nicho de mercado tão específico. Como referi aquando do ensaio ao bloco 1.5/100 cv, este carro é fruto da cooperação com o Grupo Fiat, que fornece alguns dos motores e comercializa uma versão própria como Fiat Sedici. Não é o caso de qualquer dos blocos disponíveis por enquanto em Portugal, aliás, o importador nacional comercializa apenas, por razões óbvias de menor carga fiscal, as cilindradas mais baixas que equipam este produto fabricado nas instalações que a marca japonesa dispõe na Hungria. À venda entre nós está também e apenas a versão de duas rodas motrizes, embora exista uma outra de tracção integral que, diga-se em abono da verdade, está mais de acordo com todo o espírito que a imagem exterior do SX4 sugere.


O QUE NÃO DEIXA de causar uma certa pena, por dois motivos: primeiro por se tratar, de entre os demais SUV utilitários que já conduzi, o mais divertido e eficaz; por outro lado, porque a Suzuki é verdadeiramente eficiente na concepção de sistemas de tracção integral, fruto de toda a experiência acumulada na construção de pequenos «jipes». Só que, realmente, dada a pouca frequência de estradas com neve ou com o piso gelado no nosso país, os modelos comercializados servem para os fins propostos.
Em breve deverá chegar aos mercados uma versão sedan (três volumes), naturalmente mais espaçosa e com vocação vincadamente familiar.

E UM DESSES propósitos pode muito bem ser, simplesmente, ultrapassar as cada vez mais frequentes «armadilhas urbanas», buracos e outros desníveis, andar com duas rodas por cima do passeio simplesmente porque alguém se lembrou de deixar um carro estacionado ou em «segunda-fila», etc, etc; o que o torna, pela sua robustez e elevação, no tipo de utilitário urbano que tantos portugueses, mais do que desejar... necessitariam!

BRINCADEIRA à parte, torna-se evidente que o estilo também conta e o SX4 é tremendamente sedutor. A sua maior altura em relação ao solo e as protecções da carroçaria — também aqui existem, noutros mercados, protecções e anteparas exteriores diferentes, em Portugal está apenas disponível a imagem mais «radical», designada «OutDoor Line» —, conferem-lhe um visual que apela ao dinamismo, à evasão e à aventura, no seu jeito de SUV compacto e desportivo que recorda algumas das fluídas formas do Swift. Já interiormente a inspiração parece ter sido menos inovadora e semelhante a outros modelos da marca, ainda que o resultado não deixe de ser engraçado. A profusão de plásticos ressente-se um pouco quando se transita em mau piso, não existem muitos pequenos espaços, mas a disposição e funcionamento dos comandos é a mais correcta, tal como a posição de condução que oferece excelente visibilidade.

NO QUE ao desempenho diz respeito, o reforço do chassis e da suspensão, não lhe perturbam tanto o comportamento quanto o maior ângulo de gravidade o poderia sugerir. Uma maior firmeza da suspensão ajuda a atenuar o efeito adornante em curva e garante-lhe a necessária segurança, sem penalizar grandemente o conforto. Embora, esse difícil equilíbrio não seja plenamente conseguido fora de estrada, quando se trilham caminhos firmes mas irregulares, onde tende a ter reacções mais «secas».

ESTE MOTOR de origem Peugeot poderá permitir ao prático e engraçado SX4 outro tipo de aceitação em Portugal. Associado a uma caixa de cinco velocidades, um tanto longa nas primeiras relações e a obrigar a «subir» além das 2000 rpm quando se deseja animar o conjunto, proporciona ainda assim uma condução descontraída e económica em cidade. Não sendo a variante mais potente deste bloco, os 90 cv são ainda assim o bastante para que se desembarace de forma expedita, e em estrada os consumos são realmente uma excelente surpresa. Já a insonorização merecia ter sido alvo de um pouco mais de atenção.



— 0 —

PREÇO, desde 22 000 euros MOTOR, 1560 cc, 90 cv às 4000 rpm, 16 V, 215 Nm às 1750 rpm, injecção directa common rail PRESTAÇÔES, 175 km/h CONSUMOS, 6,4/4,6/5,3 l (cidade/estrada/misto) EMISSÕES POLUENTES 139 g/km de CO2


— 0 —




COMO JÁ DISSE, esta versão vem juntar-se ao 1.5 a gasolina há um ano à venda em Portugal. Há uma diferença de cerca de 4000 euros entre os dois modelos, mas, quando olhamos ao equipamento de ambas as versões percebe-se que na realidade essa desigualdade é ainda maior, com prejuízo do 1.6 DDiS que possui menos equipamento de série. Contempla apenas os airbags duplos frontais (os laterais e de cortina dianteiros fazem parte do 1.5), ABS com auxílio a travagens de emergência, ar condicionado (automático no 1.5), vidros dianteiros e retrovisores eléctricos, fecho centralizado com telecomando, visor de informação (relógio + temperatura exterior + consumo de combustível instantâneo), rádio/CD com comandos no volante, banco do condutor com regulação em altura, barras de tejadilho e jogo completo de saias aerodinâmicas, frisos laterais e protecções frontais e traseiras, faróis de nevoeiro e jantes de alumínio 16'' com pneus 205/60.

Resultado dos testes de colisão EuroNcap (2006):

http://www.euroncap.com/tests/suzuki_sx4_2006/252.aspx

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De alferes tebar a 03.02.2008 às 03:57

caro amigo estou prestes a comprar um suzuki sx4 1.6 DDIS,quanto ao motor não tenho duvidas, é do grupo psa, e para mim é o melhor que esta no mercado, o meu receio é a qualidade de construção,pois para mim o carro ten que durar alguns anos, e tambem aprecio um carro diferente,estou farto de ver na estrda sempre os mesmos,gostaria de pedir a vossa ajuda para tirar as duvidas e comprar a vontade, obrigado !!!!!!

De http://www.ogeniodalampada.blogspot.com a 06.02.2008 às 06:45

Viva,

De facto o SX4 é um dos carros mais giros e eficazes dentro do género. Não sei exactamente qual o uso que fará dele, mas é também o ideal, pela altura e pelos reforços, para trilhar estradões. Não é um «todo-o-terreno (em Portugal nem sequer se comercializa a versão de tracção integral), mas a sua condução é realmente muito divertida em cidade. Em estrada é mais limitado. Embora o motor seja mais do que suficiente para apanhar uma multa em auto-estrada e os consumos sejam comedidos, o ruído do seu funcionamento pode tornar a viagem um pouco cansativa. E seria bem vinda uma sexta velocidade.
Trata-se de um carro relativamente espaçoso. Quanto à qualidade de construção, visualmente, não é de «encher o olho». Dada a «dureza» da suspensão, é provável que o tempo se encarregue de fazer surgir alguns ruídos parasitas. Como deve calcular, dado o tempo e as condições em que é efectuado um ensaio, não é possível termos noção disso.
Mas trata-se efectivamente de um carro diferente, que oferece a garantia de um fabricante que sempre soube fazer pequenos veículos de todo o terreno. É verdade que nunca deslumbraram em conforto ou na qualidade dos materiais, mas sempre foram terrivelmente eficazes fora de estrada, como se comprova o número de «fãs» que por ai andam e a quantidade de unidades ainda em circulação.

De alferes tebar a 17.02.2008 às 03:54

bom dia pessoal tive a pesquisar e não encontrei nada referente ao novo leon 1.4 tsi.??????????

De alferes tebar a 17.02.2008 às 04:10

tó quase a fechar negocio com o novo leon tsi 1.4, na verdade acho o carro um espectaculo, relamente hoje en dia sera que compensa comprar um disel???????,o preço do gasoleo,é mais uns sentimos que a gasolina de 95, e en termos de consumo, quanto consome um motor 2.0 disel?????, e agora com a saida dos motores turbinados a gasolina, temos o mesmo binario, consumos quase iguais, e no acto da compra menos dinheiro, eu acho que o tabu de que o disel é que é bom, já ta a ficar ultrapasado,só mesmo quem faz mais de 40.000 quilometros ano é que compensa, ganhar,com um binario de 200 Nm. as 1.500 Rpm. é mesmo muito bom........já agora gostava de saber a vossa opinião????????

De Pedro a 29.12.2010 às 14:19

Eu tenho o meu sx4 (2010) á 3 meses e não troco por nenhum leon do mundo, seja ele a gasolina ou a gasóleo. Eu moro em Lisboa, e este mini-SUV demonstrou-se uma fera nos buracos desta cidade, de vez em quando vou a trás-os-montes (estradas em muito mau estado de conservação) e o meu sx4 esteve á altura. E no sobe e desce este motor 1.6hdi é mais que suficiente sem ter que recorrer muito á caixa de velocidades. A nível de construção não tenho nada a declarar, basta ver de perto para ver o seu nível de construção "rigor japonês".
A sua condução é indescritível, dá um aspecto de SUV mas em estrada comporta-se como um desportivo, é preciso e seguro, em parte devido á sua dura suspensão e a rigidez do chassis do qual nunca vi tal comportamento num veiculo deste segmento. No seu interior (atenção a minha versão é de 2010) os plásticos são rígidos e de boa qualidade embora pudessem ser mais convidativos ao aspecto estético. O nível de equipamento bate qualquer concorrente nacional, com quase tudo de serie (retrovisores eléctricos aquecidos, ar-condicionado, vidros escurecidos, faróis de nevoeiro, computador de bordo etc. etc. etc.). Nos tempos que correm o SX4 é uma mais-valia para o mercado nacional com preço-qualidade imbatível, com o acréscimo dos 3 anos de garantia :)

Comentar post



Pesquisar neste site

Pesquisar no Blog  

Procura carro novo, usado ou acessórios?



"Portal do Automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"Portal do Automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos auto". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)